sábado, 12 de junho de 2010

Uma Revolução de todas/os e de cada uma/um!

Em cada noite de apresentação, numa cena da peça, a Frida brinda! É claro que o brinde é dentro de um contexto, que guarda muitos signos. Ouvimos e lemos tantas coisas a nosso respeito quando colocamos um trabalho em cena, algumas pertinentes e outras tão doidas. Mas numa coisa todas/os concordamos: os que criam e os que avaliam, sentem, vibram, etc. Tudo têm muito amor. Daí a Revolução! Daí o fio condutor desta postagem: este é um ótimo momento para um brinde!

VIVA LA VIDA!

Hoje e amanhã, estaremos fazendo as últimas apresentações da peça Frida Kahlo, à Revolução! na sala 302 da Usina do Gasômetro/POA, sempre às 20hs. Os ingressos são vendidos no local, uma hora antes do início do espetáculo. Na quinta, vamos à Erechim; na sexta à Bento Gonçalves e no sábado à Lajeado, pelo ArteSesc.

UMA REVOLUÇÃO DE TODAS/OS E DE CADA UMA/UM!

É enorme o prazer de ver um trabalho tomando forma, crescendo e expandindo-se de sensações! Mesmo ouvindo inúmeras vezes que, ser artista nesse país é ter simpatia sadomasoquista e outras sentenças similares (que-entram-num-ouvido-e-saem-noutro), sabemos que em nosso plexo solar só cabem o AMOR-TÃO-TÃO-absorvente: pura-avidez, com a qual se segue atrás de uma idéia, se encharcando de possibilidades pra atingir algo numa atuação, num papel, numa personagem, numa direção, numa criação de luz, de cenografia, de coreografia e/ou de uma trilha sonora.



Frida se encharcava assim também e fez muito habitando um corpo que não acompanhava sua energia interna! É por isso o nosso brinde: à Revolução que iniciamos no momento de nosso nascimento, nossos passos, às tentativas de vencer nossas limitações pessoais, físicas, sentimentais, intelectuais e psicológicas!

Que continuemos a nos revolucionar, numa fé inesgotável e num amor puro e cheio de coragem!

2 comentários:

  1. Um brinde pela vida! E por tudo o que nela há e por voces artistas brasileiros que estao mudando cada vez mais a cara desse país!
    Confesso que nao leio estatisticas mas eu percebo que o nosso pais esta cada vez mais cultural (me corrija se eu tiver errada), e que as portas de acesso a arte estao se abrindo cada vez mais, e todos voces precisam de nosso apoio. Eu faço como eu posso, porque na verdade eu irei fazer parte de alguma forma desse circulo.
    Bom tenho muitas coisas ainda pra falar mas acho que ja esta bom.
    Um beijo pra todos voces artistas!

    ResponderExcluir
  2. oi juçara! assisti tua peça ontem aqui em lajeado ...tinha feito uma divulgação em meu blog e mailing, pois gosto muito da história da frida...e quando li q a peça tria música ao vivo ainda, então delirei
    pois foi mesmo um delírio, muioto bom ter assisitdo vocês e tive uma agradável surpresa em ver nosso teatro do sesc lotado, ainda mais em sábado á noite
    bem de tudo o q mais gostei foi do texto, muito bem escrito e de tuas entonações...quando tu falas da floresta e as duas formas de se aproveitá-la, trataste de uam questão muito pontual dessa semana minha...
    mas enfim, parabéns,e muito obrigado pela oportunidade !!
    mando link de postagem sobre minhas persepções
    http://fridakahloteatro.blogspot.com/2009/11/critica-de-ricardo-zanella-e-foto-de.html

    abç

    ResponderExcluir