quinta-feira, 23 de julho de 2009

Frida Kahlo, à Revolução! estréia em 23 de setembro no Teatro de Câmara Túlio Piva



Frida Kahlo, à Revolução! é um exercício de paixão sobre o ato de SER em seu estado completo e imprescindível, que desvela a maquiagem espessa com a qual os modismos tentaram tornar a pintora mexicana e sua obra palatáveis. Com texto inédito, focado no princípio revolucionário, é a própria Frida que nos conduz por esta redescoberta ética e estética, da arte como denúncia solidária e solitária, possível através da mágica que é o fazer teatral. A trilha sonora é executada ao vivo, criada pelo músico Luciano Alves especialmente para este espetáculo, que traz Daniel Colin na direção e Juçara Gaspar na atuação e no trabalho de pesquisa.

FRIDA KAHLO, À REVOLUÇÃO! ESTARÁ EM CARTAZ PELO PROJETO NOVAS CARAS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE PORTO ALEGRE NOS DIAS 23 E 30 DE SETEMBRO E 07 E 14 DE OUTUBRO

Ficha Técnica

Pesquisa e atuação: Juçara Gaspar
Direção: Daniel Colin
Trilha Original: Luciano Alves
Iluminação: Felipe de Galisteo
Cenário: Lara Coletti
Preparação Corporal e Coreográfica: Daniele Zill
Músico Convidado: Marcelo Scherer
Duração: 55 minutos

4 comentários:

  1. Ju amada!!!
    ver teu empenho e dedicação na pesquisa e construção dos teus personagens e agora ler estes elogios maravilhosos a tua atuação e criação,só me deixam mais orgulhosa da profissional competente,dedicada e mega talentosa que és!!!
    Parabens amada!!!
    Te gosto e admiro muito!!!!
    Merda p ti!
    Caína

    ResponderExcluir
  2. O mundo é um palco.
    E todos seus habitantes, atores e atrizes
    Com suas deixas para entrar e sair de cena
    Representando vários papéis ao mesmo tempo (Shakespeare, assim é se lhe parece).
    Parabéns pelo teu maravilhoso trabalho.
    Abraços para ti e para o Luciano.

    ResponderExcluir
  3. A arte só pode ser sentida e expressada quando vivenciada; é quando a palavra, o gesto, o olhar, o sorriso, a lágrima, a imagem, o som, a forma, a cor, a luz, o movimento, não são apenas um set de imagens frias diante de nossos olhos, mas sentimentos do fundo da alma, que nos sacodem, nos fazem acordar do automatismo, nos dilaceram mas nos mantém acesos, vivos, como instrumentos de luta, de amor, de paz, de justiça... O verdadeiro artista acorda todas as manhãs para labuta, respira a arte e se alimenta de vida, crua, nua, de alegria, de dor, de corpo, sangue e espírito... e ao doar-se integralmente, na sua mais pura essência, ele vive, dá sentido ao mundo e faz que tudo valha a pena...
    Parabéns por tua arte, teu amor, tua luta!

    ResponderExcluir
  4. Juuuu, achei teu bloggg, linnnndo, bahhh quero muito ajudar nesse projeto linnnndooo!!

    Bjs
    Rô Fumagalli

    ResponderExcluir