sexta-feira, 24 de julho de 2009

Edla Eggert & André Musskopf



"Como admirador e pesquisador da vida e obra de Frida Kahlo, é um deleite assistir à paixão e força que Juçara Gaspar empresta à pintora mexicana para que ela continue viva e desafiante. Através de um texto coerente e ao mesmo tempo poético, com figurino, cenário e trilha sonora construídos com cuidado, o espetáculo conduz a platéia ao mundo revolucionário de Frida, cheio de cores, sonhos, luta e esperança".
André S. Musskopf
Doutor em Teologia
www.andremusskopf.blogspot.com

_____________________________________________________


O que dizer de um estudo que desabrocha na pele de Frida Kahlo em pleno palco? Juçara Gaspar nos lança para a inquieta Frida por meio de uma paixão que só tem sossego enquanto se movimenta, e fala, e ri, e chora, e pinta a vida do modo como ela pode ser.

Edla Eggert

Professora do Programa de Pós Graduação em Educação de Unisinos, Organizadora do Livro [Re]leituras de Frida Kahlo por uma ética estética da diversidade machucada, Unisc, 2008.

2 comentários:

  1. Vida longa a esse trabalho!!
    É pertinente também te parabenizar por essa quebra de fronteiras!
    Certamente estarei lá, e com a pitada etílica que a rua do teatro impreterivelmente nos oferece.
    Começarei a me embebedar fora e terminarei lá dentro...
    Grande abraço.

    Leandro Coimbra

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Jú...sucesso nesse trabalho!!
    Abraço
    dos amigos
    Renata e Fábio

    ResponderExcluir